Vitrine

É como se fosse aquela vitrine da sua loja preferida. Você olha e não se cansa de olhar. São tantos detalhes a serem observados mesmo os manequins permanecendo estáticos. Alguma coisa ali instiga a olhar mais uma vez, ver se chegaram as roupas da nova estação. Ou ainda quem sabe, por puro costume, velhos hábitos. Rotina? Não sei. Tinha um pedaço de si no reflexo do vidro, talvez por isso sentia que aquela vitrine lhe pertencia naquele momento. Agradando ou não! Levar alguma coisa física então,

nem era o primordial…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s